Terça, 16 de Agosto de 2022
29°

Alguma nebulosidade

Teresina - PI

Bahia trabalho escravo

Simões Filho: Dono de fazenda é preso após submeter 2 pessoas a trabalho escravo

O flagrante ocorreu nesta terça-feira (2) na localidade de Palmares, quando policiais rodoviários federais foram procurados pelos trabalhadores.

04/08/2022 às 07h28
Por: Paulo Flores Fonte: bahianoticias
Compartilhe:
Foto: Divulgação / PRF na Bahia
Foto: Divulgação / PRF na Bahia


Um homem e uma mulher foram resgatados em situação de trabalho escravo na zona rural de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). O flagrante ocorreu nesta terça-feira (2) na localidade de Palmares, quando policiais rodoviários federais foram procurados pelos trabalhadores.

O proprietário da fazenda, ainda não identificado, foi preso em flagrante, após a situação ser constatada pelos policiais rodoviários, auditores do trabalho e um promotor do trabalho. Aos agentes, os trabalhadores descreveram as condições que viviam, após serem atraídos como a promessa de trabalho, via anúncio na internet.  

A proposta, segundo eles, era de trabalho em uma fazenda com carteira assinada e alimentação. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), na Bahia, os trabalhadores contaram que chegaram na fazenda em julho e foram recepcionados pelo proprietário do imóvel rural. O homem teria os alojados em uma edificação precária e sem condições mínimas de higiene e saúde.

Conforme relato dos dois, eles dormiam no chão sem, ao menos, um colchão, o espaço era sujo, com presença de ratos e baratas. Além disso, não havia local para preparar as refeições, e a única alimentação servida eram produtos vencidos (iogurte, linguiça, bacon) que também eram fornecidos aos animais da fazenda. Eles disseram ainda que eram obrigados a pagar pela alimentação.

Eles não tinham jornada de trabalho definida, sem horário para iniciar e terminar o serviço. As folgas eram de 15 em 15 dias. Os dois funcionários disseram ainda que eram humilhados e recebiam ameaças verbais.  

Preso, o proprietário do imóvel rural foi encaminhado para a Polícia Federal, em Salvador. Em Julho, a Operação Resgate II, feito em todo país, retirou 337 trabalhadores da condição de trabalho análogo ao de escravo no Brasil. As ações ocorreram em 22 estados e também no Distrito Federal.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias